70-410 MB2-703 200-120 70-461 C_TADM51_731 300-320-dumps sy0-401-dumps 210-065-vce pw0-071-practice-test 200-120-ccna-cost c_hanaimp142-dumps 77-427-exam 9l0-066-pdf sale-C9560-503 a00-211-pdf 070-331-dump 352-001-pdf 1z0-047-pdf h12-224-dumps og0-093-dumps-free 400-101-dumps 1v0-605-pdf sale-C2090-620 1z0-242-pdf 70-470-exam 1z0-520-dumps-free-download ex300-exam 070-346-exam 100-101-practice-exam jn0-360-dumps-free-download jn0-692-exam s10-300-dumps 648-232-vce 1z0-599-free-dumps ns0-101-answers 070-412-dump 210-260-vce e20-891-exam sale-70-210 n10-006-pdf ahm-510-certification 220-010-exam 1z0-052-practice-test 700-505-exam sale-C2090-632 700-501-exam n10-005-pdf 70-981-exam 200-101-practice-exam 1z0-060-dumps 642-997-vce C2170-051 C2010-570 3I0-008 ex200-dumps ex200-exam-questions 070-462-dumps 070-680 70-413 C4060-155 OG0-092 1Y0-400 200-101 70-332 98-367 C2020-180 MB6-872 648-232 312-50V8 1Z0-599 220-010 1Z0-052 700-505 C2090-632 700-501 N10-005 70-981 HP2-H35 98-361 070-323 1Z0-876 300-135 1V0-604 642-747 642-742 AX0-100 1Z0-808 OG0-023 ST0-306 C2090-558 JN0-694 S90-09A 300-207 3I0-013 TK0-201 1Z0-061 1Z0-883 HP2-H39 C_TSCM62_66 VCS-273 500-451 TE0-141 500-170 C2020-625 312-75 70-697 HP2-Z34 117-201 C_GRCAC_10 NS0-157 820-427 C_TSCM42_66 300-320-dumps sy0-401-dumps 210-065-vce pw0-071-practice-test 200-120-ccna-cost c_hanaimp142-dumps 77-427-exam 9l0-066-pdf sale-C9560-503 a00-211-pdf 070-331-dump 352-001-pdf 1z0-047-pdf h12-224-dumps og0-093-dumps-free 400-101-dumps 1v0-605-pdf sale-C2090-620 1z0-242-pdf 70-470-exam 1z0-520-dumps-free-download ex300-exam 070-346-exam 100-101-practice-exam jn0-360-dumps-free-download jn0-692-exam s10-300-dumps 648-232-vce 1z0-599-free-dumps ns0-101-answers 070-412-dump 210-260-vce e20-891-exam sale-70-210 n10-006-pdf ahm-510-certification 220-010-exam 1z0-052-practice-test 700-505-exam sale-C2090-632 700-501-exam n10-005-pdf 70-981-exam 200-101-practice-exam 1z0-060-dumps 642-997-vce C2170-051 C2010-570 3I0-008 ex200-dumps ex200-exam-questions 070-462-dumps 70-484 70-498 70-646 98-361 98-366 A30-327 C_BOE_30 C_TSCM42_66 C2010-597 C2020-632 C2020-701 C2020-703 C2040-408 C2040-988 C2070-581 C2150-195 C2160-667 C2180-274 C4040-226 C4090-453 CAS-001 CSSLP C-TERP10-60 E20-018 E20-918 JN0-360 MSC-321 P2080-088 PC0-001 PEGACSA-v6.2 3I0-012 500-051 640-875 640-916 642-427 642-647 642-691 650-663 700-037 70-247
Pubicado em: dom, mar 11th, 2018

Jornal Nacional destaca ponte em município do PI que nunca foi concluída; vídeo

Ponte, junto com rodovia, começou a ser construída há 7 anos. De acordo com o governo, obra está orçada em R$ 26 milhões.

Moradores de uma pequena cidade do Piauí estão praticamente isolados. É que a ponte que dá acesso ao município precisa ser concluída.

A rodovia está em obra desde 2011. Pelo o contrato, seriam asfaltados 78 quilômetros da estrada que liga as cidades de São Lourenço do Piauí a Dom Inocêncio, no interior do estado. Mas durante esses sete anos, quem passa pelo local encontra menos de 20 quilômetros com asfalto e uma ponte inacabada.

Essa é uma obra que os moradores da região aguardam há mais de duas décadas. O povo do local até ficou animado quando viu a ponte toda erguida, só que essa alegria durou pouco, porque em dezembro de 2017 a obra parou, aí para ter acesso à ponte, só improvisando.

No meio da viagem é preciso fazer uma baldeação. O carro para de um lado da ponte e os passageiros precisam atravessar a pé. “A gente se sente excluído, porque começaram essa estrada e não terminaram”, conta Diana Dias de Castro, agente comunitária de saúde.

Uma dificuldade ainda maior para quem está doente. Antônio quebrou a perna e está voltando do hospital em Teresina, a 640 quilômetros. Além da longa viagem, ele ainda precisa enfrentar esse obstáculo para chegar em casa.

Antônio Cirino, servente: Cansativo e perigoso. Porque é muito difícil, subir assim e descer sem ter nenhuma segurança é muito complicado.
Repórter: O que você acha dessa situação, para chegar em casa tem que passar por tudo isso?
Antônio Cirino: É muita falta de respeito com o cidadão. Não importa, o governo que já era para ter construído a rodovia há muito tempo.

A reportagem mostra o único jeito de abastecer a população da cidade, mas atravessar o rio só é possível quando o nível da água está mais baixo. Uma travessia arriscada e perigosa.

De acordo com o governo, a obra está orçada em R$ 26 milhões e a última paralisação aconteceu por falta de dinheiro e ainda não há previsão de quando a estrada vai ser concluída.

“Sentimos aqui como se fosse mesmo um cantinho do Brasil, do Piauí, que existe, mas que ao mesmo tempo é esquecido pelos governantes que deixam chegar a esse ponto”, afirma Edivarde Dias de Sousa, motorista.

Curta nossa página no facebook: http://www.facebook.com/PortalSaibaMais


Fonte: JN e G1